Cancelamento do Festival Tauromáquico de Beja

Apesar do Ministério da Saúde ter apelado ao adiamento de eventos para mais de cinco mil pessoas, em espaços abertos, por questões de saúde pública;
Apesar da Associação ACREDITAR já ter esclarecido que não está associada a este evento e que o seu nome foi indevidamente usado na promoção do mesmo;
Apesar do cavaleiro João Moura se ter retirado do cartel do evento;
O promotor do festival tauromáquico de Beja (Centro de Paralisia Cerebral de Beja - CPCB) não desiste de realizar esta polémica iniciativa.
Por isso apelamos aos nossos seguidores que escrevam ao CPCB apelando ao bom senso e ao cancelamento deste festival tauromáquico.

97 pessoas já enviaram esta mensagem.